Superlotação em presídio de João Monlevade preocupa vereadores

Pastor Carlinhos (PTB)

A superlotação no presídio de João Monlevade preocupa os vereadores da cidade. O assunto foi denunciado no início desta semana em matéria veiculada no site do O Popular, depois que familiares de presos procuraram a reportagem para pedir ajuda em relação à questão. Segundo a matéria, além da superlotação, os detentos reclamam de condições precárias na unidade e cogitam uma rebelião caso nenhuma ação para minimizar os problemas seja tomada.

Na tarde de ontem, quarta-feira (12), a superlotação foi comentada pelo vereador Carlos Roberto Lopez (pastor Carlinhos –PMDB), durante a reunião ordinária do Legislativo. Ele enfatizou que a situação na qual se encontra os presos é vergonhosa. “Independente de qualquer coisa são seres humanos que estão lá”, pontuou. Ele também alertou a população para o problema e disse que a população da cidade corre perigo, uma vez que será a primeira a ser prejudicada com uma eventual fuga em massa. Ainda segundo Pastor Carlinhos, espera-se uma posição do poder Judiciário da cidade sobre o caso.

O presidente da Casa, o vereador Djalma Bastos (PSD) disse que conversou com o diretor da unidade prisional, Elisiário Almir dos Santos sobre o assunto. De acordo com Djalma, o gestor do presídio disse que a situação agora está sob controle. “Dentro do possível vai haver remanejamento de alguns detentos em virtude do excesso de lotação. Algumas adequações, segundo o diretor, precisam ser feitas imediatamente. Vamos fazer uma visita ao presídio para discutir com ele [o diretor], uma vez que a Câmara já autorizou a concessão do prédio para o próprio presídio.”, comentou.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui