Durante investigação de homicídio, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, na sexta-feira (26), um homem, de 38 anos, no entorno do estádio Mineirão, no bairro São José, região da Pampulha, capital. O inquérito policial foi instaurado após o encontro do corpo da vítima, também de 38 anos, coberto por uma manta, dentro de um carrinho de compras, na Alameda das Palmeiras, próximo ao muro do ginásio Mineirinho, no dia 1º de dezembro do ano passado.

Conforme apurado, a vítima, pessoa em situação de rua, começou a receber ameaças de morte após furtar alguns objetos pessoais do suspeito, também em situação de rua. Na madrugada do dia 30 de novembro, o suspeito, aproveitando-se de um momento de distração da vítima, golpeou-a no peito com um objeto pontiagudo, semelhante a um espeto. Mesmo depois de cair ao chão, o investigado continuou golpeando o desafeto. Em seguida, o suspeito posicionou um carrinho de compras atrás de um arbusto, no muro que circunda o Mineirinho, onde colocou o corpo e o cobriu com uma manta. Ele ainda teve o cuidado de se desfazer da roupa que usava, por estar suja com o sangue da vítima, bem como da arma utilizada no crime.

O suspeito é considerado, entre os moradores em situação rua, de alta periculosidade, visto que já possui duas condenações por homicídio, crimes ocorridos na mesma região onde o fato investigado ocorreu. Além disso, testemunhas disseram que o suspeito tem por hábito se vangloriar pelos crimes já cometidos com o intuito de intimidar os desafetos.

Na delegacia, o investigado negou envolvimento com o ocorrido. No entanto, após trabalho investigativo, ficou comprovado o envolvimento dele no homicídio. O suspeito, preso pela equipe de investigadores do Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), será indiciado pelo crime de homicídio. Ele está no sistema prisional à disposição da Justiça.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui