Um caderno de anotações do tráfico de drogas foi encontrado na casa de um dos envolvidos

Durante patrulhamento pela avenida Armando Fajardo, no último sábado, militares da equipe de Recobrimento Tático Móvel, deparou com dois homens em uma moto em atitude suspeita.

Ao receberem ordem de parada, o condutor tentou empreender fuga que ocorreu até o Bairro Belmonte, onde foram abordados.

Durante a fuga um dos suspeitos foi flagrado dispensando uma embalagem plástica, que foi localizada, sendo encontrados em seu interior quatro papelotes de cocaína.

Segundo a PM, contra os autores havia denúncias de que estariam cometendo crime de tráfico de drogas na cidade.

Questionado sobre o endereço do rapaz flagrado dispensando a droga, ele teria informado aos policias diversos locais, sendo todos eles visitados pela equipe. Ao todo foram quatro endereços, mas em nenhum deles foi confirmado ser o dele.

Por fim os policias foram até a casa verdadeira dele que fica no Bairro Santa Cecília, e lá, foi localizada, no quarto do rapaz, uma embalagem plástica contendo sete pedras de crack, bem como diversas embalagens plásticas utilizadas para venda de entorpecente. Ainda no mesmo quarto foram encontradas tesouras e laminas, objetos utilizados para preparo e corte de entorpecentes e certa quantia em dinheiro.

Em outro móvel do quarto os militares localizaram um caderno, com diversas anotações, com indícios de ser proveniente da contabilidade da venda de entorpecentes. Nas anotações há nomes de traficantes conhecidos na cidade, alguns presos recentemente pelo crime de tráfico de drogas, bem como anotações de grandes valores em dinheiro.

Ainda segundo a PM, havia também uma anotação com a descrição “peça”, com valor atribuído de R$ 880,00. Na linguagem utilizada entre traficantes, “peça” refere-se à arma de fogo. No mesmo caderno, havia uma folha solta, com uma espécie de bilhete, de alguém relatando um suposto arrombamento em sua casa e dizendo que foi levado um quilo, de alguma substancia não especificada no bilhete.

Questionado sobre a procedência do caderno, o autor teria confirmado aos policiais que era utilizado para anotações referente ao tráfico, e disse que há um revezamento entre traficantes para a posse das anotações, e que somente nesta semana recebeu o material.

O comparsa dele, um menor de idade, disse que é da cidade de Ribeirão das Neves, e que está há alguns dias na casa do autor. A mãe do homem negou essa informação.

Motocicleta utilizada por eles foi apreendida, bem como os aparelhos celulares dos deles, a fim de serem periciados.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui