Um taxista, de 61 anos de idade, viveu momentos de terror nas mãos de assaltantes por volta das 21h30 da última sexta-feira (11) após ser rendido por dois homens, armados com facas, durante uma corrida em João Monlevade.

A Polícia Militar foi acionada depois da esposa da vítima tentar contatos com a vítima por diversas vezes, sem sucesso. Ela esteve na sede da PM e contou que suspeitava de que algo mais grave poderia ter ocorrido.

Os militares iniciaram o rastreamento baseados nas características da vítima e o localizou na estrada do Forninho, que liga João Monlevade à Itabira.

Para a polícia o taxista contou que encontrava-se no posto Graal, trabalhando no serviço de táxi e dois indivíduos o solicitou que os levassem até o bairro Pedreira. Ao chegar na entrada do bairro, os dois autores de posse de facas mandaram que ele saísse do veículo, caso contrário iriam matá-lo e depois amarrou as mãos e os pés dele e o colocou no porta-malas do próprio veículo. Um dos autores assumiu a direção do veículo e o outro sentou no banco do passageiro e por aproximadamente duas horas ficaram transitando, em alguns momentos em alta velocidade, vindo a abandoná-lo na estrada do forninho há aproximadamente 10 km da cidade de João Monlevade, próximo a uma ponte. A vítima disse ainda conseguiu se desamarrar e permaneceu às margens da via pedindo carona e depois de algum tempo conseguiu ajuda e foi trazido até a cidade.

Segundo a polícia a vítima apresentava algumas escoriações no rosto e dores no corpo, provenientes do tempo que permaneceu no porta-malas, porém dispensou atendimento médico.

Durante rastreamento a procura dos autores, o veículo foi localizado abandonado próximo à linha férrea da estrada do Forninho, do lado direito da via. Os autores não foram localizados.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui