Uma das principais novidades das eleições neste ano, o e-Título, aplicativo lançado pelo Tribunal Superior Eleitoral para fornecer informações virtuais sobre a situação do eleitor e o local de votação, foi baixado por 6,3 milhões de eleitores, segundo o TSE. O número corresponde a 4,3% do eleitorado.

Disponível para os sistemas operacionais iOS (iPhone) e Android, a ferramenta traz a versão digital do título impresso e permite ao eleitor emitir a certidão de quitação eleitoral, além da certidão de crimes eleitorais, tudo por meio do QR Code, o que possibilita a leitura pelo próprio celular.

Além disso, o e-Título pode substituir o documento de identificação com foto, no caso dos eleitores que fizeram o recadastramento biométrico. (Hoje em Dia).

Celular proibido

Os celulares, assim como outros dispositivos de comunicação, são proibidos nas cabines de votação.

Os eleitores que optarem por se identificar por meio do título eletrônico deverão seguir as orientações dos mesários sobre onde armazenar o aparelho durante o voto. Estão proibidas as chamadas “selfies” ao votar.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui