O sistema já está em funcionamento em 37 Comarcas em Minas Gerais, segundo o Desembargador Alberto Deodonato

O Processo Judicial eletrônico (PJe), do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), foi apresentado à comunidade na manhã desta quinta-feira (4), no Fórum Milton Campos. O evento foi realizado no Salão do Júri do Fórum Milton Campos.

O processo judicial digital pode ser definido como um sistema de informática que reproduz todo o procedimento judicial em meio eletrônico, substituindo o registro dos atos processuais no papel por armazenamento e manipulação dos autos em meio digital.

Uma equipe de magistrados e servidores do TJMG apresentou ao público (juízes, defensores públicos, promotores, advogados e estudantes de Direito) informações sobre a implantação do processo eletrônico na comarca de João Monlevade. Os processos que deram entrada em papel continuam a tramitação no meio físico.

O processo eletrônico foi lançado em 2012 e já está presente em 37 comarcas no estado de Minas Gerais.

Desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Alberto Deodato Maia Barreto Neto

O Desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Alberto Deodato Maia Barreto Neto, esteve presente ao evento e falou com a reportagem do Jornal do Site O Popular sobre Sistema. “O Pje é um projeto revolucionário que visa agilizar a prestação jurisdicional, visa economia de papel e de conseqüência, uma série de outras providências como a desocupação de espaços utilizados para guardar inúmeros arquivos. Em João Monlevade, uma casa que já foi usada como moradia de Juiz, hoje por falta de espaço no Fórum ela é utilizada como arquivo de objetos apreendidos. Isso é pra você ter uma noção do que significa, nessa vertente o processo judicial eletrônico”, falou o desembargador.

Ainda segundo o magistrado, todos os processos, salvos os que estiverem sob segredo de Justiça, estarão disponíveis para acompanhamento pelo site. Alberto Deodato explicou que o processo eletrônico chega para trazer aos cidadãos a modernidade, a automação e a gestão sustentável.

Para se cadastrar o advogado deve primeiro obter sua certificação digital. Depois disso, poderá fazer seu cadastro no Portal do TJMG. Para obter mais informações sobre a implantação do processo judicial eletrônico em Minas gerais, acesse www.tjmg.jus.br/pje.

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui