Ao todo, 61 propostas foram contempladas nos editais, entre agentes, coletivos, espaços e empresas culturais

Trabalhadores da Cultura de João Monlevade estão sendo contemplados com recursos da Lei Aldir Blanc para auxiliar financeiramente espaços culturais e profissionais do setor no período da pandemia do coronavírus. Dos 86 projetos inscritos, 61 foram aprovados para receber os recursos da Lei.  É o que explica a gestora da Fundação Casa de Cultura, Nadja Lírio.

A cidade recebeu R$568.668,18, porém, foram distribuídos efetivamente R$ 528.571,56, uma vez que alguns proponentes não entregaram parte da documentação. O valor de R$40.181,24 restante (com rendimentos inclusos) será mantido em conta específica para operacionalização da lei até que seja emitido novo comunicado, orientando como se dará o processo de devolução dos recursos. O município conseguiu empenhar e repassar cerca de 93% da verba a trabalhadores da cultura.

Os contemplados receberam de R$2.739,00 a R$27.682,00 por proposta, de acordo com o edital e o tipo de proponente que vão desde fomento a ações e atividades culturais locais como arte, música, literatura, fotografia, edição, culinária, bem como saberes de culturas populares diversas como bandas, corais, grupos folclóricos, de capoeira, etc.

Projetos selecionados

Dentre os aprovados está a Associação Cultural Guarda de Marujos, que possui mais de seis décadas de histórias em Monlevade. A tesoureira do grupo, Valdete Firmo, comemora que o recurso fará grande diferença para a construção da nova sede. “Estamos muitos felizes, ainda mais num momento como este de pandemia. Agora é agilizar as tomadas de preços para a compra de alguns itens que colocamos em nosso plano de trabalho e buscar novas parcerias”, comenta a tesoureira.

Outro projeto aprovado é do “Grupo 4×4” ao lado do produtor cultural e músico Wir Caetano, que levará ao público o videoclipe da música “Junto de Nós”.  O lançamento está programado para o final do mês de janeiro, com show pelas redes sociais.  Wir Caetano é também jornalista, fotógrafo, editor do blog Nota Preta e possui trabalhos literários.

Os artistas da cultura contemplados poderão tirar as  dúvidas sobre a Lei, por meio das redes sociais da Casa de Cultura através deste link.

Outras informações podem ser obtidas pelo 3851-4499.  Já a lista completa dos aprovados pode ser acessada através do site da Prefeitura.

Repasses:

  • R$ 84.474,22 foram distribuídos em edital de fomento a ações e atividades culturais locais, tais como arte, música, literatura, fotografia, edição, culinária, dentre outros, em formatos online ou outro que respeite as medidas de isolamento e/ou distanciamento social.
  • R$ 110.728,00 foram repassados para projetos de saberes de culturas populares diversas, tais como congados, bandas, corais, grupos folclóricos, de capoeira, dentre outros (pessoa física)
  • R$ 110.728,00 foram distribuídos para entidades culturais sem fins lucrativos, tais como congados, bandas, corais, grupos folclóricos, de capoeira, dentre outros (pessoa jurídica)
  • R$ 185.400,00 foram destinados para produção de conteúdos artísticos ligados às diversas áreas culturais identificadas no município.
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui