Troca carro por crack, chama a polícia e denuncia traficantes

Um homem de 39 anos, que mora na cidade de Ipatinga, pediu a ajuda de policiais militares de Nova Era para reaver o carro dele que estava em poder de traficantes. O fato aconteceu na manhã de ontem (19), no bairro Manjahy. No local, os policiais realizavam uma operação quando o homem chegou e pediu socorro.

Segundo a vítima, ele é usuário de drogas e estava em Nova Era desde a última sexta-feira (16). Nesse período, ele penhorou o seu carro em troca de pedras de crack e ainda ficou devendo R$ 2 mil a três jovens. Dois deles, maiores de idade, ficaram com o veículo e um adolescente ficou com o par de tênis dele em troca de cinco pedras de crack. O homem não soube precisar a quantidade de droga que trocou no carro devido ao seu estado.

Os policiais questionaram a vítima onde o trio conseguiu o crack e ela também não soube informar, dizendo que aguardou a chegada da droga dentro do veículo. Para a polícia, o homem contou ainda que tentou reaver o carro, mas que não conseguiu devido a dívida com os traficantes.

Militares iniciaram um intenso rastreamento na tentativa de recuperar o veiculo, localizar e prender os autores. Durante as buscas um dos jovens envolvidos foi localizado, assim como o carro, que estava em frente a sua residência. Ele entregou o comparsa na transação, afirmando que a chave do veículo estaria em poder dele.

Os policiais foram até a casa do envolvido e encontraram o jovem dormindo. Sobre o veículo, ele afirmou que havia emprestado R$ 500,00 para a vítima e teria ficado com o carro como garantia de pagamento da dívida. O pai do envolvido entregou as chaves do carro para a polícia, que rebocou o automóvel para o pátio do Detran devido a documentos atrasados.

O menor de idade envolvido também foi localizado e a mãe dele acompanhou a ocorrência policial. Os três foram levados para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Ainda segundo a polícia, o trio pretendia usar o carro para cometer furtos em fazendas na zona rural de Nova Era.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui