As eleições municipais deste ano estão próximas: vão ocorrer nos dias 15 e 29 de novembro. Mas este pleito será diferente, por causa do mais recente inimigo invisível da humanidade: o novo coronavírus. Até os dias de votação, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sugere que os comícios sejam realizados em espaços abertos com o uso de máscara, sem distribuição de material impresso.

Essas são algumas das recomendações que constam no resultado da consulta pública da corte máxima da justiça eleitoral do Brasil divulgada nessa quinta-feira (24). O TSE ouviu 68 instituições, entre elas câmaras de vereadores, sindicatos, partidos políticos e hospitais.

Como resultado da consulta, ficou decidido que a votação vai começar mais cedo: às 7h, para evitar aglomerações. Entre as 7h e as 10 h, a prioridade será para os maiores de 60 anos. Nestas eleições não haverá identificação biométrica para dar segurança sanitária aos eleitores. E é recomendável também que santinhos não sejam distribuídos.

Além disso, os mesários vão receber máscaras faciais para serem trocadas a cada quatro horas, a proteção de acrílico para o rosto e ainda álcool em gel 70%. Esse último item também estará disponível para os eleitores. Essas regras de higiene e distanciamento foram elaboradas pelo TSE com a ajuda da Fundação Fiocruz e dos hospitais Sírio-Libanês e Albert Einstein.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui