Usuários da saúde têm acesso gratuito à prática do Lian Gong

Atividade promete alívio das dores no corpo

A fim de promover mais qualidade de vida e auxiliar na prevenção e no tratamento de doenças, a Prefeitura de Itabira oferece aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) a prática corporal fundamentada na medicina tradicional chinesa Lian Gong. A atividade foi desenvolvida especialmente para prevenir e tratar dores corporais.

A fisioterapeuta e instrutora do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (Nasf) do bairro Amazonas, Jacqueline Magalhães Cabral, trabalha com a atividade desde 2011. Ela lembra que a Ginástica Terapêutica Lian Gong em 18 Terapias foi elaborada pelo ortopedista chinês Zhuang Yuan Ming, que a chamou de “ginástica com prescrição médica”.

“O tratamento passivo foi transformado em autoterapia, ou seja, o paciente é responsável por sua saúde. O Lian Gong foi desenvolvido para restabelecer os movimentos naturais do corpo, melhorando a resistência e a vitalidade do organismo. Os movimentos são lentos, contínuos, suaves e não têm impacto, com isso não há limite de idade, todos podem se movimentar tranquilamente e com segurança”, explicou.

Anúncios

Segundo Jacqueline Cabral a prática do Lian Gong possibilita ao paciente o conhecimento do corpo, auxilia no controle da hipertensão arterial e da diabetes, melhora o equilíbrio e a qualidade de vida. “Venho observando e ouvindo os relatos das pessoas que frequentam o grupo sobre os resultados benéficos desta atividade: mais concentração, paciência, tranquilidade, disposição e flexibilidade. Além, é claro, da socialização que a atividade em grupo proporciona”.

Na prática, os exercícios são divididos em três partes: cada uma contém 18 movimentos harmoniosos que atuam em áreas específicas do corpo. Para a instrutora do Nasf do bairro Pará, Alda Lúcia Menezes Duarte, o exercício constante do Lian Gong promove grandes benefícios para o indivíduo. A atividade previne e trata dores pelo corpo, como pescoço, ombros, região lombar, pernas e articulações. Ela busca amenizar as tensões musculares, alongar tendões e ligamentos, corrigir a postura física e estimular a percepção dos sentidos.

“Há prevenção e tratamento de dores osteoneuromusculares, há melhora no humor, na qualidade do sono, estimula a circulação do sangue, restaura os movimentos fisiológicos, melhora a resistência, a vitalidade do organismo e o autocuidado”, explicou.
Ainda de acordo com Alda Duarte, durante a atividade, os movimentos são controlados pelo praticante dentro dos seus limites, sempre buscando o aprimoramento e a qualidade.

“Acho muito interessante como o grupo se integra durante as práticas, ocorrendo vários relatos diários de melhoras individuais e ainda uma maior percepção da pessoa como agente de mudanças benéficas na sua vida”, disse a instrutora.

A oferta do Lian Gong em 18 Terapias faz parte da Política Nacional das Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), do Ministério da Saúde (MS). Em Itabira, os trabalhos são desenvolvidos por equipes dos Nasf, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

“As Práticas Integrativas Complementares (PIC) são alguns dos tratamentos que utilizam recursos terapêuticos, sempre baseados em conhecimentos tradicionais, com o objetivo de tratar e prevenir diversas doenças, como depressão e hipertensão. Em março de 2018, o MS anunciou a inclusão de novas modalidades ao SUS. Nesta gestão, 100% das Estratégias de Saúde da Família (ESF) oferecem as práticas complementares. Pretendemos implantar uma nova modalidade ainda este ano”, declarou a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares Assis Figueiredo.

Onde praticar:

Confira os locais e horários da prática do Lian Gong em Itabira:
1) UBS Campestre, Bela Vista, Eldorado e Nova Vista – terças e quintas-feiras, das 7h30 às 9h, na praça Cidade Toledo, Campestre (em frente ao asilo Lar de Ozanam);
2) UBS Areão e Amazonas – terças e quintas-feiras, das 7h15 às 8h15, na Associação da Vila São Joaquim;
3) UBS Centro, Pará, Penha, Santo Antônio e Vila Paciência – segundas e quartas-feiras, das 7h30 às 8h30, no estacionamento da Câmara Municipal;
4) UBS Praia II/ Juca Rosa – segundas e quartas-feiras, das 7h30 às 9h, na avenida Cristina Gazire, s/n, Praia (ao lado da Justiça do Trabalho).
Toda a população pode participar. Não há limite de vagas por turmas e não é necessário fazer inscrição.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui