Vale é acusada de invadir terreno particular perto da Mina de Brucutu

Dois homens acusam a mineradora Vale por invasão de terreno em área particular e, por causa disso, dois Boletins de Ocorrência foram registrados pela Polícia Militar. O último deles, na quarta-feira (18), quando barracas dos envolvidos foram retiradas da área por vigilantes da empresa.

O terreno disputado corresponde a uma área de litígio judicial na localidade de Vargem da Lua, na Mina de Brucutu, em São Gonçalo do Rio Abaixo.

O vigilante da Vale foi quem procurou a polícia para relatar a invasão. Segundo ele, procedeu ao recolhimento dos materiais para que fossem guardados em local seguro, até que proprietários se apresentassem para buscá-los. Foram recolhidos 16 dezesseis pedaços de madeira roliça, uma garrafa térmica, três cobertores,uma calça jeans, uma jaqueta de frio, três pedaços de lona, dois colchões e quatro chapas de madeirite.

Procurada, a Vale alega que “cumpre as normas e legislação vigentes, bem como toda e qualquer ordem judicial, não existindo qualquer prática de invasão em imóvel de terceiro. A empresa ressalta, ainda, que existem ações judiciais em curso na Comarca de Santa Bárbara sobre o tema em questão”. A afirmação foi divulgada pela Assessoria de Comunicação da mineradora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui