A Vale e o Instituto Cultural Vale anunciaram nesta terça-feira, 22 de dezembro, os projetos selecionados para receber recursos via Lei de Incentivo à Cultura (LIC) em 2020, para iniciativas executadas ao longo de 2021. O total de patrocínios teve aumento significativo em relação aos repasses de 2019, alcançando R$ 154 milhões, o que permitiu triplicar o total de propostas contempladas em relação a 2019. Ao todo, 145 projetos foram selecionados, entre os quais 77 de escolha direta e 68 pela 1ª Chamada Vale de Patrocínios Culturais, edital lançado em 2020. A lista completa de projetos selecionados no edital está publicada no site do Instituto Cultural Vale – institutoculturalvale.org.

As iniciativas estão distribuídas por 24 estados e o Distrito Federal. A 1ª Chamada Vale de Patrocínios Culturais, lançada este ano com valor inicialmente estabelecido em R$ 20 milhões, teve total elevado para R$ 25 milhões, o que possibilitou contemplar um número maior de projetos. Os projetos do edital estão divididos em quatro faixas de valor: até R$ 250 mil, até R$ 500 mil, até R$ 1 milhão e até R$ 2 milhões. Do total, foram contemplados 20% dos projetos inscritos  na faixa de R$ 1 milhão até R$ 2 milhões, 26,8% de R$ 500 mil até R$ 1 milhão, 27,2% de R$ 500 mil até R$ 250 mil e 25,8% até R$ 250 mil. Uma comissão formada por especialistas externos, como artistas, pesquisadores, jornalistas, críticos de arte e profissionais que são referência em diversas áreas ligadas ao setor cultural foi responsável pela avaliação dos projetos, assim como empregados da Vale.

“A cultura é a expressão da alma de um povo e, ao estender o acesso às mais diversas manifestações artísticas, ampliamos também a possibilidade de impactar positivamente a vida das pessoas. Nós da Vale ficamos felizes em ter um número recorde de projetos culturais selecionados e aprovados para 2021”, afirma Luiz Eduardo Osorio, diretor-executivo de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade da Vale e presidente do Painel de Especialistas do Instituto Cultural Vale. “Lançado recentemente, o Instituto Cultural Vale já nasce com um importante papel na transformação social e o propósito de fomentar o desenvolvimento das mais diversas expressões artísticas, além de democratizar o acesso à arte e estimular a produção cultural”, complementa Osorio.

Os 145 projetos patrocinados pela Vale distribuem-se pelas áreas de patrimônios, música, festividades e circulação, museus e centros culturais. Entre os escolhidos por seleção direta estão a 19ª Flip – Festa Literária Internacional de Paraty, a Osesp, a Escola de Artes Visuais do Parque Lage, o Museu do Pontal, o Museu de Arte Moderna de São Paulo, Museu Judaico de São Paulo, o grupo Mulheres de Barro, a Bienal das Amazonias, no Pará, o Grupo Galpão, o Instituto Inhotim e a Filarmônica de Minas Gerais. Na seleção da Chamada Vale, foram contemplados, entre outros, projeto do Museu de Arte Moderna do Rio e projetos essenciais para a cultura regional como é o caso do NALATA – Festival Internacional de Percussão, na Bahia, e do Encontro de Grupos de Tambor de Crioula das Comunidades Quilombolas do Maranhão. A dança é um dos destaques entre os patrocínios, com iniciativas como balés, festivais e escolas de formação como o Grupo Corpo, a Cia de Dança Deborah Colker e a Cia Jovem do Ballet do Rio de Janeiro, projeto idealizado por Dalal Achcar.

“O investimento em projetos culturais para execução em 2021 reafirma o compromisso que a Vale tem há mais de duas décadas com a proteção dos bens culturais brasileiros.  Buscamos apoiar instituições culturais que são patrimônios do nosso país, além das mais diversas expressões da nossa arte e cultura. Neste ano, buscamos promover a circulação e o intercâmbio de projetos entre diversas regiões do Brasil, além de ampliar o apoio a produtores das regiões onde a Vale está presente. A diversidade cultural é fundamental para a construção de um futuro de mais possibilidades para as próximas gerações”, comenta Hugo Barreto, diretor-presidente do Instituto Cultural Vale.

Instituto Cultural Vale

O Instituto Cultural Vale é um instrumento de transformação social com o propósito de fomentar o desenvolvimento das expressões artísticas e de democratizar o acesso e a produção de arte e de cultura. Com o objetivo de gerar impacto positivo na vida das pessoas e construir um legado para futuras gerações através da produção cultural, tem, sob sua gestão, mais de 140 projetos criados, apoiados ou patrocinados pela Vale em 24 estados e no Distrito Federal para execução em 2021. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios. São quatro museus e centros culturais com visitação gratuita, atuação junto a escolas e organizações sociais, com identidade e vocação próprias: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Fechados temporariamente desde março de 2020 em função da pandemia da Covid-19, estes espaços mantêm programação online gratuita em seus canais próprios, para conservar vivo o diálogo com seus públicos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui