Vale investiga causa da morte de funcionário em mina de Itabira

Luiz Gustavo morreu enquanto trabalhava na mina Cauê

A mineradora Vale divulgou na noite de ontem (11), uma nota na qual alega que vai investigar o que provocou a morte do soldador Luiz Gustavo dos santos, de 34 anos, dentro da mina Cauê, em Itabira. O acidente que matou o trabalhador ocorreu no início da tarde. No texto enviado à imprensa, a Vale lamenta a morte e diz que presta suporte à família de Luiz Gustavo.

“A Vale lamenta informar o falecimento de um empregado enquanto trabalhava na mina Cauê, em Itabira, na tarde deste domingo, 11 de fevereiro. O empregado foi socorrido imediatamente e levado para um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos sofridos durante atividade que estava realizando. A Vale investiga as causas do acidente e presta todo o suporte à família neste difícil momento”, consta na nota.

Luiz Gustavo, segundo informações do sindicato Metabase, realizava um procedimento de solda num britador quando houve uma explosão e uma peça grande e pesada se desprendeu e atingiu a cabeça dele. O trabalhador chegou a ser levado ao Pronto-Socorro, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. O corpo dele será sepultado nesta segunda-feira (12), no cemitério da Paz, em Itabira, às 16h30.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui