Vandalismo deixa moradores do bairro Planalto sem água

Geraldo Antonio Marcelino (Tonhão-PPS), muito irritado, esbravejou, esmurrou o púlpito e disse que o carro da Casa é para usar para trabalhar para o povo

Moradores do bairro Planalto, em João Monlevade, vêm sofrendo com a falta de água devido a uma série de ação de vândalos que têm furtado materiais, forçando a interrupção no abastecimento. Há duas semanas os vereadores de João Monlevade alertam para o problema.

O parlamentar Geraldo Antônio Marcelino (Tonhão-PPS), comentou durante a reunião do Legislativo, de ontem (11), que esteve visitando o bairro Planalto e vários moradores reclamaram sobre a falta de água.

Ainda segundo o vereador, um ofício foi enviado ao Departamento de Água e Esgoto (DAE) questionando o problema. Em resposta, o diretor da autarquia, Cleres Roberto, enviou documento para Tonhão no qual relatou que os furtos ocorrem geralmente na parte da noite e só chegam ao conhecimento da direção no dia seguinte, quanto os danos dos materiais são reparados.

Conforme explicação do DAE, vândalos retiram peças das bombas, o que provoca esvaziamento dos reservatórios. “Isso é caso de polícia. Tem que investigar e punir”, pontuou o vereador que cobrou das autoridades policiais solução para a questão.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui