O veículo caiu em uma ribanceira com cerca de 20 metros de altura

Um grave acidente no km 413 da MGC-120 na localidade Chaves, na zona rural de Santa Maria de Itabira, por volta das 12h30 desta segunda-feira, 20, matou três pessoas e deixou duas feridas.

Maria Helena da Silva Souza, 59 anos, Ana Maria de Souza, 55 anos, e Luciana de Souza, 32 anos, morreram no local.

Anúncios
As três vítimas viajavam no banco traseiro do veículo
As três vítimas viajavam no banco traseiro do veículo
Continue lendo após o anúncio

Já o motorista do carro João Antunes Aguilar Neto, 40 anos, e o adolescente Hawdry Henrique Silva Amori, 14 anos, foram socorridos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista João Antunes seguia dirigindo o Fiat Uno, cor prata, placa GTM-8007 de Belo Horizonte, em direção a Ferros, quando em uma curva perdeu o controle do veículo que saiu da pista, rodou e capotou na ribanceira com cerca de 20 metros.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Corpo de Bombeiros foram chamados para atender as vítimas do acidente. A Central de Regulação enviou ao local a Unidade de Suporte Avançado (USA), na chegada da equipe Alfa, o médico da equipe constatou o óbito das três mulheres que estavam no banco de trás, todas elas apresentavam ter sofrido traumatismo craniano.

O adolescente Hawdry Henrique foi encontrado pela equipe do SAMU inconsciente, mas ainda respirando. O garoto foi retirado do veículo, imobilizado e levado para o interior da ambulância, onde médico após entubar conseguiu estabiliza os sinais vitais para que a vítima fosse levada com urgência para o pronto socorro de Itabira, de onde foi transferido para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII em Belo Horizonte.

João Antunes estava consciente e apresentava escoriações e hematoma pelo corpo, além de queixar dores na região do tórax, o mesmo foi imobilizado pelos bombeiros e socorrido também na ambulância do SAMU.

Os policiais militares isolaram o local para os trabalhos da perícia técnica da Polícia Civil. Após os trabalhos do perito criminal, os militares do Corpo de Bombeiros tiveram que cortar as ferragens para que os corpos fossem retirados do veículo e levados para o Instituto Médico Legal (IML) em Itabira, para serem examinados por um médico legista.

No local do acidente foi apurado que Luciana de Souza é filha de Ana Maria, que as mulheres tinham parentes na localidade de Borba Gato na zona rural de Ferros. O carro que ficou completamente destruído. Ele foi rebocado para o pátio credenciado pelo DETRAN de Itabira.

 

Fonte: Thalles  Benício e Atila Lemos

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui