A Delegacia de Mulheres de Itabira, finalizou nesta quinta-feira (6), o inquérito policial instaurado para apurar fato tipificado como importunação sexual, ocorrido em 01º de abril deste ano, no interior da Câmara Municipal da cidade.

Segundo a polícia, na ocasião, o vereador Reginaldo das Mercês Santos, ao passar pela vítima (funcionária daquela Casa Legislativa) em um corredor, desferiu um tapa em suas nádegas, sendo repreendido instantâneamente. Toda a ação foi gravada pelos circuitos de monitoramento interno.

Ainda segundo a polícia, foi constatado nos autos elementos claros da prática do crime previsto no art. 215-A do Código Penal (importunação sexual), razão pela qual o vereador  foi indiciado, podendo responder pela pena de um a cinco anos de reclusão.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui