Vereadores e representantes da TI Mob se reúnem para discutir projetos referentes ao rotativo

Encontro entre vereadores e representantes da TI Mob surgiu a partir da apresentação de três anteprojetos relacionados ao sistema de estacionamento rotativo (Cíntia Araújo/Acom CMJM)

Nessa semana, o estacionamento rotativo foi mais uma vez, pauta de reunião na Câmara de João Monlevade. O encontro surgiu a partir da apresentação de três anteprojetos relacionados ao sistema. Um propõe a delimitação de vagas do estacionamento rotativo às avenidas Getúlio Vargas e Wilson Alvarenga, excluindo ruas residenciais. Em outro é proposto que a ativação dos créditos de estacionamento rotativo por meio eletrônico seja de responsabilidade dos monitores da empresa e não do cidadão. E o último anteprojeto apresentado solicita que pelo menos 20% dos recursos financeiros arrecadados pelo município com o rotativo sejam aplicados em ações e serviços de saúde. As três propostas já foram levadas a Plenário para votação, e receberam pedidos de vistas por parte de alguns vereadores.

Os vereadores presentes ao encontro, além de pedir que a empresa analise os anteprojetos propostos e discuta sobre a viabilidade de implantá-los, apresentaram ao representante da TI Mob, Paulo Roberto Duarte, outras demandas da comunidade sobre o rotativo. Entre elas, a quantidade de ruas mais distantes das avenidas centrais em que se cobra o estacionamento rotativo, o tempo de carência que o motorista tem para ativar seus créditos e o número de vagas destinadas aos idosos.

Os autores dos anteprojetos citados irão se reunir, para discutir a possibilidade de unificação das propostas. Paralelo a isso, a Comissão de Administração Pública, Infraestrutura e Serviços irá solicitar junto à Prefeitura informações inerentes ao estacionamento rotativo.

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui