Os parlamentares elogiaram as ações da Polícia Militar na cidade

Nas últimas semanas as ações da Polícia Militar na cidade ganharam grande repercussão na imprensa local devido à quantidade de drogas e armas apreendidas, pessoas presas por roubo e tráfico de entorpecentes, aumento no número de blitz e de veículos roubados que foram recuperados pela corporação.

Essas ações mais frequentes nos últimos dias foi um dos assuntos comentados pelos vereadores ao fazerem uso da tribuna durante a sessão ordinária da Câmara de João Monlevade, realizada excepcionalmente nesta quinta-feira (2), em função do ferido de Carnaval. Os parlamentares aproveitaram para elogiar a ação da Polícia Militar na cidade.


O primeiro a fazer uso da palavra foi o vereador Fábio Lúcio da Silva (PP), o “Fábio da Prohetel”, [foto acima] que relembrou a reunião entre os parlamentares e o major André Pedrosa do Rosário, Comandante da 17a Companhia de Polícia Militar Independente, logo que chegou à cidade, quando se comprometeu em estar nas ruas junto com seus subordinados para reduzir o índice de criminalidade no município. “Eu queria fazer aqui uma menção sobre o trabalho da Polícia Militar de João Monlevade. Depois da nossa reunião ficou bem claro que o major André estaria presente em todas as ações da polícia. E eu andando pela cidade tenho visto muitas abordagens, e isso é motivo pra gente agradecer e enaltecê-lo por esse momento. Porque o que temos visto nos últimos meses, uma cidade perigosa, agora eu consigo enxergar uma luz no fim do túnel. Tenho visto a ação da Polícia Militar e quero aqui deixar os meus parabéns ao comandante da 17a Companhia de Polícia Militar Independente e a todos os militares”, disse Fábio.

Sinval Jacinto Dias (PSDB) [foto acima] também comentou sobre as ações da PM na cidade. “A gente vê o belo trabalho que eles estão fazendo mesmo com as dificuldades que o Governo do Estado impõe, parcelando os pagamentos em até três vezes, eles vestem a camisa com amor mesmo”, pontuou o vereador.

Já Guilherme Nasser (PSDB) [foto acima], além de elogiar os trabalhos da Polícia Militar em João Monlevade convidou os colegas parlamentares para, juntos, voltarem ao debate sobre a implantação do sistema de câmeras de monitoramento para coibir a ação de criminosos na área comercial da cidade. “Na semana que vem vamos estar com o capitão Felipe, o novo subcomandante que acabou de chegar, para retomar a discussão sobre a instalação de câmeras em alguns pontos da cidade. Um sistema já está sendo testado com várias câmeras e funciona bem. Acho que é uma necessidade que a nossa população tem. Vimos muitos furtos, principalmente de celulares e temos que ajudar a evitar. A Polícia Militar tem feito muito, tem prendido muito, mas agora tem o TCO (Termo Circunstancial de Ocorrência) que os bandidos saem antes dos policias acabarem de lavrar o Boletim de Ocorrências. Então é um negócio complicado. As leis são falhas, tivemos a apreensão de alguns menores, mas temos a dificuldade de internação desses infratores. Temos uma superlotação no Presídio da Cidade onde recentemente foram transferidos 80 presos, mas já está superlotado de novo. Mas o major André disse que a PM não vai parar de prender,não vai parar de incomodar essa bandidagem, não vai dar trégua. Não cabe, mas, vão ficar na cadeia”, disse o parlamentar citando falas do major Pedrosa.

Gentil Bicalho (PT), [foto acima] elogiou o comando da PM na cidade e rebateu as críticas feitas pelo colega Sinval Dias, ao governo do estado. “Que bom que o major André está fazendo um trabalho que está sendo reconhecido na cidade. Isso mostra que é responsabilidade do Estado sim, e ela [PM] tem que atuar, e nós também temos que cobrar do Estado uma polícia eficiente como essa de João Monlevade e também fazer a parte que é devida do Município”, disse ele, alfinetando Sinval que é líder do governo municipal na Câmara.

O vereador Carlos Roberto Lopes (PMDB) [foto acima] disse que acha cedo para elogiar tanto a Polícia Militar. “Há uma semana estávamos aqui criticando o trabalho da polícia e eles reclamando que não tinha efetivo, agora uma semana depois nós julgarmos o trabalho como 100%? Vamos ver. A gente espera que não fique somente no que estamos vendo. Acho que temos que dar um tempo a mais porque tem muito pouco tempo pra avaliar o serviço mas quem sabe, a polícia vai fazer um trabalho que nós amanhã possamos dar um prêmio para a Polícia Militar em reconhecimento. É justo vocês virem aqui falar sobre a nossa polícia. Esperamos sempre o melhor para nossa cidade. Então eu acho que se quiserem as coisas acontecem, agora se não, vamos ficar aqui falando e nada se resolve”, concluiu o parlamentar.

Toninho Eletricista (PDT) [foto acima], disse que mesmo com o baixo efetivo da Polícia Militar, não poderia deixar de parabenizar o comando da PM pelo empenho em reduzir o índice criminal na cidade. “Eu levo gente no Pronto Atendimento (PA) de madrugada e a polícia está agindo. Na hora que passo está ali prendendo, abordando veículos pra averiguar, inclusive motos, está cercando mesmo. E tem que ser feito mesmo. Ai de quem da comunidade falar ou agir contra isso. Eles [população] não vêm aqui nesta Casa e pedem ajuda? Então, na hora que a polícia age corretamente nós temos que dar os parabéns. Não tenho medo de bandido não. É isso que eles (policiais) tem que fazer mesmo, correr atrás. Aquele de bem que for abordado vai embora, agora quem não é vai para cadeia e que fique por lá”, desabafou Eletricista.

Publicidade

2 COMENTÁRIOS

  1. Novos tempos em João Monlevade. Lamento que o vereador Pastor Carlinhos seja tão pessimista. Parece aquelas aves de mau agouro. Até a cara dele é o retrato da derrota e do desânimo. Parabéns àqueles que incentivam as boas ações e o bom trabalho empreendido. Fui abordada pela polícia e sei o quanto são gentis e profissionais. E lamento que uma pessoa que se diz serva de Deus tenha a língua tão afiada para atacar e desanimar esses homens valorosos que se arriscam todos os dias por nós. Pastor, vá rezar e nos poupe desses comentários maldosos.

  2. Que pena mesmo, o trabalho da Polícia Militar sendo realizado, dando resultados positivos, sendo reconhecidos pelas pessoas da cidade, pela maioria dos vereadores e um único vereador Sr. Pastor Calinhos ao invés de apoiar o trabalho da PM, vem com seu pessimismo desestimular aqueles Militares que mesmo que esta lei arcaica, obsoleta estão trabalhando, fazendo seu melhor, para garantir nossa segurança inclusive a do Pastor Carlinhos e seus familiares. Que pena pastor a Polícia Militar precisa de apoio. Você demonstra um péssimo político. Nota zero pra você.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui