Volkswagen vai cortar 30 mil postos de trabalho nos próximos anos

A matriz da Volkswagen, na Alemanha, anunciou nessa sexta-feira um plano para melhorar a rentabilidade e a competitividade da empresa. As medidas incluem eliminar cerca de 30 mil postos de trabalho: 23 mil deles, na Alemanha, 5 mil no Brasil e 2 mil na argentina.

Mas não se trata de demissões forçadas. A maioria dos casos será de antecipação da aposentadoria, sem reposição da vaga. Em comunicado, a filial brasileira informou que, no país, parte da meta já foi cumprida neste ano, por meio de dois mil acordos de desligamento voluntário.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

Com o chamado “plano para o futuro”, a empresa alemã pretende economizar quase quatro bilhões de euros por ano até 2020, fazer uma total reformulação da marca e investir em carros elétricos e veículos autônomos, para competir melhor na indústria automobilística do futuro. A decisão foi tomada também no contexto do escândalo de manipulação das emissões de veículos a diesel, no ano passado, que gerou prejuízos bilionários à multinacional.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui